Institucional - Apresentação

TESC – Terminal Santa Catarina S/A

Em operação há mais de 15 anos, o TESC - Terminal Santa Catarina está estrategicamente localizado no complexo portuário de São Francisco do Sul (SC), uma baía de águas tranquilas durante o ano todo garantindo a confiabilidade na atracação e segurança de navegação e de manobrabilidade.
A proximidade com a rodovia BR 101 permite rápido acesso aos principais grandes centros industriais, econômicos da região sul e sudeste do Brasil, conferindo agilidade no fluxo de cargas de importação e exportação.

Especializado em operação de produtos siderúrgicos, granéis sólidos, carga geral e carga de projeto, embarcando e desembarcando cargas de todas as partes do mundo, fortalece a sua qualidade em logística portuária.

O TESC conta com canal de acesso, bacia de evolução e berços de atracação preparados para receber os mais diversos tipos de embarcações. É o único terminal em Santa Catarina que possibilita o fácil acesso ferroviário.

O TESC oferece operações integradas para importadores e exportadores, que incluem a operação portuária, armazenagem, nacionalização e operação de distribuição da carga e é reconhecido como o parceiro ideal viabilizando serviços que exigem confiança, agilidade e flexibilidade, atendendo as demandas específicas de cada cliente. Para isso conta com Armazém geral (AG), Recinto Especial para Despacho Aduaneiro de Exportação (REDEX) e área alfandegada (Recinto de Zona Primária), movimentando cargas com equipamentos modernos e eficientes, permitindo a segurança de todos e da propriedade do cliente.

A WRC Operadores Portuários, constituída em 2002, foi integrada ao Grupo TESC em 2006. Como Operadora Portuária, também está habilitada a efetuar operações portuárias na estrutura do porto público de São Francisco do Sul.


Institucional - Missão

Promover o crescimento contínuo e sustentável com foco na valorização dos relacionamentos.

Visão

Realizar operações portuárias e retroportuárias de forma segura e rentável, valorizando e integrando pessoas, processos e tecnologia, com responsabilidade social e ambiental, contribuindo para o desenvolvimento do país.

Valores

•    Prioridade à segurança;
•    Desenvolvimento das pessoas;
•    Comprometimento socioambiental;
•    Integridade;
•    Excelência nos serviços prestados;
•    Inovação.

Institucional - Localização

Av. Engenheiro Leite Ribeiro 99 - Centro, CEP: 89.240-000
São Francisco do Sul - SC

Telefone
Fone: +55 47 3471-2121

e-mail
tesc@terminalsc.com.br

Coordenadas geográficas
Latitude: 26° 14’ S
Longitude: 48° 38’ W




DISTÂNCIAS A PARTIR DE SÃO FRANCISCO DO SUL
  Cidade  Distância
 Itajaí/SC  100 Km
 Curitiba/PR  177 Km
 Florianópolis/SC  193 Km
 São Paulo/SP  570 Km
 Chapecó/SC  596 Km
 Porto Alegre/RS  630 Km
 Caxias do Sul/RS  640 Km
 Foz do Iguaçu/PR  810 Km
 Montevidéu  1.424 Km
 Buenos Aires  2.278 Km




Institucional - Infraestrutura

•    Área total 67.000 m2;
•    Área coberta 5.000 m2;
•    Balanças Rodoviárias eletrônicas com capacidade até 100 toneladas;
•    Circuito interno de monitoramento por câmeras 24h;
•    Sinal WiFi para uso de coletores de dados em todas as áreas;
•    Seguro patrimonial e de carga;
•    4 gates de carga;
•    1 gate para veículos leves.

Equipamentos

  Qtd Equipamento Tipo Capacidade em Ton
3
 Guindastes móveis  Grande porte
 100
2
 Grab  Acessório para movimentação
 20
4
 Spreader automático  Acessório para movimentação
 41
1
 Funil  Funil
 80
1
 Empilhadeira  Grande porte
 30
1
 Empilhadeira
 Médio porte  18
1
 Empilhadeira  Médio porte  16
4
 Empilhadeira  Pequeno porte  3

Canal de acesso

Extensão: 13,5 milhas náuticas;
Largura: 160 metros;
Calado: 12,80 metros.

Bacia de evolução

Diâmetro: 565 metros;
Calado: 12,80 metros.

Berços de atracação

300 + 301 –  Calado 11,5 metros – 384 metros de extensão;
302 – Calado de 11,5 metros – 264 metros de extensão.


Institucional - Redex

REDEX – Recinto Especial para Despacho Aduaneiro de Exportação

O TESC REDEX é um terminal retroportuário, situado a 6 km do porto de São Francisco do Sul, destinado à movimentação de mercadorias para exportação sob controle da Receita Federal do Brasil.
A centralização de todos os processos aduaneiros no TESC REDEX permite a redução de custos administrativos e operacionais, bem como maior agilidade na logística de exportação. Por estar estrategicamente situado próximo ao porto, também é uma ótima opção para operações de cabotagem, além disso atua como armazém geral, na armazenagem e distribuição de cargas nacionais.

Infraestrutura (Redex)

•    Área total 72.000 m2;
•    Área coberta 13.550 m2;
•    Balança Rodoviária Eletrônica de 18m para 80tons;

•    Câmeras de vídeo monitoramento 24h;
•    Seguro patrimonial e de carga;
•    2 gates In/Out.

Equipamentos REDEX

  Qtd Equipamento Tipo Capacidade em Ton
3
 Reach Stacker  Grande porte
 45
2
 Empilhadeira
 Médio porte  16
4
 Empilhadeira  Pequeno porte  3
5
 Empilhadeira  Pequeno porte  7

Localização

Rodovia Olívio Nóbrega, 1.200, Água Branca, CEP: 89.240-000, São Francisco do Sul/SC.
Distância entre REDEX e TESC: 6 km.



Institucional - Meio Ambiente

O TESC busca desenvolver a melhoria contínua dos serviços de operação portuária em benefício do meio ambiente. Em decorrência disso, investiu na implantação do Sistema de Gestão Ambiental com base na NBR ISO 14001 à partir de julho de 2013. Portanto, programas completos de gestão ambiental, auditoria ambiental, entre outros foram estruturados de acordo com o que é requerido pelos requisitos da referida norma. Desta forma, evitamos retrabalhos, garantimos a confiabilidade e permanência dos programas elaborados.

Para o desenvolvimento e implementação dos programas o TESC estabeleceu a seguinte Política Ambiental:

“Proteger o meio ambiente, utilizando racionalmente os recursos naturais, prevenindo a poluição e atendendo a legislação ambiental aplicável”.

O TESC executa em suas instalações os programas ambientais necessários para a operacionalização do porto e redução dos impactos ambientais. A Avaliação de Impacto Ambiental do TESC integram três setores: Meio Físico, Biológico e Socioeconômico, objetivando obter o cenário inerente aos processos operacionais e processos de apoio (secundários), a fim de que se possa construir um programa que controle o uso múltiplo dos recursos naturais envolvidos.

No âmbito do licenciamento ambiental federal, alguns dos programas ambientais que o Terminal executa são:

Programa de Gerenciamento do Tráfego de Veículos de Carga

 Tem como objetivo o estudo de medidas que possam ser implementadas para  aperfeiçoar os tempos de espera e deslocamento de  cargas dos pátios de triagem ao portão de acesso, bem como identificar possíveis melhorias no fluxograma interno de operação portuária.

Programa de Gerenciamento dos Ruídos

Tem como objetivo mensurar e gerenciar os ruídos gerados pela área portuária, permitindo identificar possíveis impactos que possam ocorrer sobre  a população do entorno e sobre a fauna da região, possibilitando a proposição de medidas mitigadoras referentes a este impacto.

Programa de Gerenciamento das Emissões Atmosféricas

Tem como objetivo mensurar e gerenciar as emissões de densidade de fumaça preta provenientes das atividades portuárias do TESC, e de partículas totais em suspensão de forma integrada, objetivando mitigar o impacto sobre a população do entorno e sobre o ambiente da região.

Programa de Monitoramento da Qualidade dos Sedimentos

Tem como objetivo verificar e dimensionar eventuais alterações ambientais, considerando as atividades desenvolvidas na região, viabilizando a gestão das atividades de dragagem e adoção de medidas mitigadoras ou corretivas para os impactos identificados.

Programa de Monitoramento da Qualidade da Água e Biota Aquática

Tem como objetivo monitorar a qualidade das águas, incluindo a caracterização da estrutura da comunidade planctônica, a fim de verificar e dimensionar eventuais alterações ambientais, considerando as atividades desenvolvidas na região, de forma a executar ações mitigadoras e corretivas para os impactos identificados.

Programa de Monitoramento dos Manguezais

Tem como objetivo monitorar o manguezal presente no entorno do Rio da Pedreira a fim de dimensionar eventuais alterações ambientais, considerando as atividades desenvolvidas na região, viabilizando a adoção de medidas mitigadoras ou corretivas para os possíveis impactos.

Programa de Comunicação Social e Educação Ambiental

Tem como objetivo divulgar os programas ambientais à população e orientar os trabalhadores portuários quanto aos cuidados em relação ao meio ambiente.

Programa de Gerenciamento dos Resíduos Sólidos

Tem como objetivo adequar a coleta, acondicionamento e segregação dos resíduos sólidos, bem como assegurar o correto manuseio, transporte e disposição final dos resíduos, conforme normas e legislações vigentes, a fim de reduzir riscos ao meio ambiente.

Programa de Gerenciamento de Efluentes

Tem como objetivo verificar se o lançamento dos efluentes da área portuária está afetando as características físico-químicas da Baía da Babitonga.

Além disso, o TESC conta com uma equipe 24h de prontidão ambiental, focada em atendimento à emergências envolvendo vazamento de óleo e também acidentes que envolvam, produtos perigosos ou não, para realizar o primeiro atendimento.

Documentos



Institucional - Dragagem

O TESC – Terminal Santa Catarina informa que concluiu o processo da dragagem de manutenção do seu berço de atracação 302 no Porto Organizado de São Francisco do Sul. Com investimento de mais de R$ 9 milhões em recursos próprios nesta obra, o Terminal está apto a atender navios de maior porte e calado.

Os serviços tiveram início em meados de setembro 2019, e terminaram em junho 2020. A obra de dragagem compreendeu uma área de 22.000 m² sendo 220 metros de comprimento ao longo do berço, largura de 100 metros e 12 metros de profundidade.
Em 02 de julho de 2020 foi homologado pela Capitania dos Portos, sob a portaria Nº 50/CPSC, os novos parâmetros de atracação permitindo a operação de navios de até 200 metros com calado de 11 metros na proa e 12 metros na popa, o que autoriza o Terminal a operar com navios com até 12 metros de calado.
Com estes novos parâmetros, a expectativa é aumentar em 30% a quantidade de atracações no TESC, podendo atingir a média mensal superior a 20 navios. Este incremento nas operações possibilitará uma movimentação adicional de 250 mil toneladas de cargas por mês.

Os novos parâmetros do berço 302 otimizam a capacidade individual dos navios pois, segundo estudos da Secretaria Nacional de Portos, cada metro a mais de calado, representa um aumento de cerca de 7 mil toneladas de cargas por navio.

Além dos benefícios operacionais, este investimento agrega segurança nas atracações no Terminal e nas operações simultâneas de navios do tipo Panamax, com 200m de comprimento e 32,3m de boca.

O Plano Conceitual de Dragagem foi devidamente aprovado pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), onde foram cumpridos todos os requisitos de monitoramentos ambientais antes, durante e após a atividade de dragagem. Mesmo após o encerramento da dragagem, será mantida a realização de análises de qualidade de água, sedimento, microrganismos, monitoramento de resíduos, monitoramento de ruído, além das atividades de educação ambiental e comunicação social.

Institucional - Certificações

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO

O Grupo TESC possui a certificação na Norma ISO 9001:2015 e na ISO 14001:2015 e mantém um Sistema de Gestão Integrado que visa melhorar continuamente o desempenho da organização e prover iniciativas sólidas de desenvolvimento sustentável.

O Grupo TESC desenvolveu sua política baseando-se em seu propósito, objetivo e contexto, lembrando de seu compromisso com os clientes e meio ambiente de forma a atender todos os requisitos aplicáveis ao Terminal.



Política do Sistema de Gestão Integrado:

•   O Grupo TESC realiza operações portuárias e retroportuárias, busca a satisfação dos clientes e cumpre com as legislações e os requisitos aplicáveis;
•   Promove o crescimento contínuo do sistema de gestão integrado através do aprimoramento de pessoas e processos buscando rentabilizar o capital investido;
•  Protege o meio ambiente em suas áreas diretamente afetadas, de influência direta e indireta, utilizando racionalmente os recursos naturais e prevenindo a poluição com base nos estudos e programas ambientais definidos nos processos de licenciamento ambiental.


ISPS Code

O Grupo  TESC investe continuamente em tecnologia de sistemas se segurança, equipamentos e qualificação de mão de obra, buscando além do cumprimento das determinações previstas no Código Internacional de Segurança para Navios e Instalações Portuárias – ISPS Code, como também a proteção de pessoas e das cargas movimentadas. 




Institucional - Social

Responsabilidade Social

O TESC entende que atuar com responsabilidade social e ambiental é, antes de tudo, um compromisso com a atual e as futuras gerações. Mais do que integrar relações de negócios, é estimular a qualidade de vida e a preservação dos recursos naturais pela conscientização dos públicos interno e externo.


A empresa tem como diretriz contribuir para o desenvolvimento econômico da sociedade, cuidando para que todos os recursos sejam utilizados de maneira sustentável em benefício da coletividade e construção de relacionamentos éticos e duradouros.

O TESC investe constantemente na melhoria do ambiente de trabalho, seja na capacitação profissional ou na participação em projetos sociais e culturais que possam ser traduzidos em benefícios à comunidade. Realizar atividades de forma sustentável é premissa essencial para crescer, prosperar e agregar valor aos investimentos dos acionistas.

Baseado no conceito de Responsabilidade Socioambiental, o TESC busca valorizar a atividade econômica do Brasil e atuar de forma efetiva para o desenvolvimento sustentável da região onde está instalado, preservando condições ambientais e promovendo o bem-estar.

Um exemplo deste comprometimento é o apoio ao Projeto Instituto do Choro, que conta com cerca de 50 alunos de 8 a 18 anos, que recebem bolsa integral e um instrumento para aprender o Choro, considerado a primeira música popular urbana típica do Brasil e que exige muito estudo e técnica para ser executado. Em contrapartida, os integrantes devem comprovar o bom rendimento escolar para poder participar.
O Instituto nasceu em São Francisco do Sul em 2005, dedica o suporte e incentiva as crianças ao contato com a cultura, enquanto garante seu desenvolvimento escolar.

Dessa forma, o TESC consolida atividades de apoio à comunidade interna e externa participando de diversos eventos de ocorrência esporádica, como projetos na área da saúde, cultural e esportivo, contribuindo para a manutenção de ações voltadas à sustentabilidade.